20 de dez de 2010

Você tem dois amores?

Não levem pro lado pessoal, mas eu acho essa música o máaaximo. É o tipo de realidade que já ouvi muita gente falar: devemos ter uma pessoa para amar (algo platônico), para se apaixonar (algo carnal) e para casar (entenderam né? hahaha), ou seja, é "só" conseguir esses 3 patamares e pronto, felicidade sentimental forever and ever. Pra mim só falta uma das opções (NOT) e nem vou contar qual é, até porque não interessa. O blog é sobre brega, não sobre confissões pessoais (lunguinha). Bom, a música que posto agora é um pouco disso, embora eu preze pela MONOGAMIA e nada mais.

Dois amores, com Fernando Mendes


"Eu tenho dois amores
Que nada são iguais (é né, ter dois iguais pra quê? tem que variar)
Mas não tenho a certeza
De qual eu gosto mais (saaabe, seu flor e suas duas maridas)

Uma é loura e me oferece
Tanto amor tanta ternura
É por isso que eu a quero
Com a paixão e com a loucura (uuuui!)

Uma loura, outra é uma morena (cheguei)
Que me faz enlouquecer
Muito embora tão pequena (eitaaa, sou eu mesmo)
Ela é muito mais mulher (arrasei)

Eu tenho dois amores...

Meu coração continua
Sem saber o que fazer
Se é melhor amar as duas
Sem nenhuma perceber (óia pra isso, safado!)

Que esse encanto não se acaba
Eu já pensei mais de uma vez
Pois enquanto elas não sabem
Somos felizes os três (que menage mais feeeeio - gaia)"

Beijoooo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário