29 de abr de 2011

Mais Sheldon

"Ela sai comigo. Ela sai contigo. Ela é a comidinha dos amigos... Tu pega no sábado e eu no domingo". Tô passada com a letra...



E por mais que a gente critique, dizendo que é baixaria, não tem letra, tem o mesmo ritmo, é tudo verdade gente. Da mesma forma que a menininha da favela pega geral, as novinhas "de blush e de franjinha" pegam também. Piriguete existe em todo lugar, se liga na realidade e pára de reclamar! Tá, eu sei que Machado de Assis falar "olhos de cigana, oblíqua e dissimulada" é bem diferente de "olhar 43, com cara de quenga"; a diferença está na complexidade. E Sheldon e os vários MC's em ascensão não se comparam a um Chico Buarque. De fato, não tem comparação, mas são maneiras diferentes (e não certa ou errada) de se expressar a mesma coisa, não é mesmo? Entonces, vamos lá com outra música que eu já postei aqui, mas só pra frisar...



=*

Striptease

A dica pro final de semana, com Swing do Paráaaaa, "pra você dançaaaaar" (entre outras coisas)!



Beijos gente!

Vou te passar o sal ~~ Uipitipiti

Essa semana tô cheia das versões né? Agora vem mais uma, que é um detalhe de versão na verdade (só o refrão). É Gang do Eletro!


Pra baixar!

(bem lembrado @dona_jacira)

"Índia" e "Eu te amo, eu te venero", de Paulo Sérgio

"O cantor e compositor capixaba (quem nasce no Espírito Santo) iniciou sua carreira em 1968, no Rio de Janeiro, lançando um compacto com o sucesso Última Canção. O disco obteve sucesso imediato e vendeu 60 mil cópias em apenas três semanas, transformando seu intérprete num fenômeno de vendas. A despeito da curta carreira (faleceu aos 36 anos), Paulo Sérgio lançou treze discos e algumas coletâneas, obtendo uma vendagem superior a oito milhões de cópias. Paralelo ao sucesso meteórico de Paulo Sérgio, surgiu a acusação de que o mesmo era um imitador do cantor Roberto Carlos, dada a semelhança do seu timbre vocal."
Tirei descaradamente do Wikipedia

Eu te amo, eu te venero

Índia. Essa é conhecidíssima, principalmente na voz dos outros


"Índia teus cabelos nos ombros caídos
Negros como a noite que não tem luar
Teus lábios de rosa para mim sorrindo
E a doce meiguice deste teu olhar (que letra romântica, gostei)

Índia da pele morena, da boca pequena eu quero beijar
Índia, sangue tupi
Tens o cheiro da flor
Vem que eu quero lhe dar
Todo meu grande amor

Quando eu for embora para bem distante
E chegar a hora de dizer adeus (Pocahontas)
Fica nos meus braços só mais um instante
Deixa meus lábios se unir aos teus (hummm)

Índia levarei saudade da felicidade que você me deu
Índia a tua imagem, sempre comigo vai
Dentro do meu coração
Flor do meu paraguai"

Com Roberto Carlos "a imitação"

Versão de "Time after time"

Que virou " Não me quis mais", com Academia da Berlinda. Não sei se já comentei aqui, mas não gosto da voz do vocalista. Acho ele meio "Arnaldo Antunes", se é que me entendem... Maaas é minha opinião tá? A versão ficou bem legal!


"Numa quinta-feira de janeiro, recebemos a ligação da produção de um jornal de Recife convidando-nos para escolher uma música da Cyndi Lauper e realizar uma gravação para uma matéria em homenagem a cantora Cyndi Lauper que realizaria show na outra semana em Recife. De pronto aceitamos o convite e na sexta-feira entramos no Maruim Estudio(nossa própria casa de inspiração) e ficamos num dilema de qual música seria. Como Alexandre Urêa desde seus primórdios tem o hábito de sair cantarolando paródias de clássicos da música americana, foi o primeiro a puxar a melodia já cantada em português e daí deu no que vocês podem ouvir no player acima. 'Time after time' de Cyndi Lauper se transformou em 'Não me quis mais...' e foi gravada no Fábrica estúdios para matéria da Folha PE que ainda contou com Zé Cafofinho e Bê Formiga, também realizando releituras da cantora."
Vi no Aposta MTV e no twitter deles, o @AcadmiaBerlinda

28 de abr de 2011

Versão de "Voyage, voyage"

Que paródia linda é essa? Tô morreeeendo de rir. Na verdade, ri mais quem é daqui (rimou) de Recife e adjacências, é bem cultural, hahaha.

Original "Voyage, voyage", de Desireless


Versão, "Boa viagem, boa viagem", da Chakatak

(dica de @PauloAzevedo)

Pra situar um pouco:
1- Por ordem marromeno de caminho, é Ibura > Ipsep > Jordão > Boa Viagem
2- Quanto ao sarrar, a rua Antônio Falcão (no bairro de Boa Viagem) e adjacências, como também Avs. Conselheiro Aguiar e Domingos Ferreira são famosas pel@s profissionais do sexo
3- Dois Irmãos é um bairro lá no fim do mundo, onde fica o zoológico, um monte de mato e a Universidade Federal Rural de PE
4- Bomba do Hemetério e Santo Amaro são bairros conhecidos como "pei pei" (onomatopeia de tiro)
5- Pitu e Alto do Mandu (outro bairro) foi pra rimar
6- Dona Lindu é o nome da mãe de Lula. Nome também do parque em Boa Viagem, que foi superfaturado e demorou o triplo do tempo para ser inaugurado.Coisas políticas "apenas"...
7- Caxangá é a "maior avenida reta da América Latina". Dá pra roubar um bocado, hahaha

Gostaram? =*

Versão de "Lambada"

"Uma das músicas mais babado atualmente e internacionalmente é essa de J-Lo, On the floor. É babado porque é animada, é bate-cabelo, o clipe arrasa e no refrão tem "choooorando se foi" in english, o "daaaaaaance the night away". Pra quem pensa que a música brasileira não é reconhecida lá fora, taí o tapa na cara (ou o cabelo de alguém).

Original - Lambada, com Kaoma
"Kaoma foi um grupo musical franco-brasileiro de lambada, que lançou com êxito o estilo musical na Europa. Loalwa Braz continuou sua carreira solo com o álbum Recomeçar, de 2003", segundo o Wikipedia.



1- Que saudade do biquíni asa delta e da saia rodada...
2- E esse romance heterodescendente, achei legal.
3- Lambada na praia é o que há de bom!

Versão em inglês - On the floor, com Jennifer Lopez (feat. Pitbull)


Versão em espanhol - Llorando se fué


É pra dançar a semana inteira. Não sabe dançar? Aprende aqui, oxe!

25 de abr de 2011

Dia das Mães

"Vamo comprar, vamo comprar, sapato novo pra mamãe arrasar"



Eu só compro na Sapato's se eu encontrar os meninos lindos dos Los Borrachos Enamorados lá (vou ter que ir pra Maceió, é?) Hahahaha
Beijooos gente, bom começo de semana pra vcs!

24 de abr de 2011

"Águas de Março" com Gaby Amarantos

É pra fechar o verão mesmo! É promessa de vida pro teu coração (pros que gostaram).

Gaby Amarantos - Aguas de Março by @dorgi_

É pau, é pedra, é o fim do caminho? Nem é, versões como essa são só o começo.
=)

30 de Abril é o dia do brega

Tem pra gregos e troianos, cães e gatos, mordes e assopras. É dia de Brega Naite (que está de volta) e dia do Maior Brega do Ano.

O Brega Naite terá como atrações Ladie Khekhe (Allana Marques), Academia da Berlinda e Original Djcopy. Quem quiser ir aquecendo, é só baixar o cd Olindance, da Academia. O brega cult será no Clube Atlântico, em Olinda (até combina com a atração principal), começa às 23h59 e custa R$20 antecipado (vendas nas lojas Vulgo, Avesso, Creperia de Olinda e Bar Central) e R$30 na hora.



O Maior Brega do Ano, o brega mais periférico, será no Clube Português, com lançamento do DVD de MC Sheldon-Boco-GG, Lapada, Boa Toda, Swing do Pará, Kitara, Musa do Calypso, entre outros.

Brinquei inicialmente com a separação, mas é visível que há diferença entre os dois eventos, mesmo sem se tratando do mesmo estilo musical. Ainda não sei quanto custa o brega do Clube Português, mas com certeza é mais barato que o Brega Naite. Lembrei muito do artigo de Fontanella "A estética do brega: cultura de consumo e corpo, no Recife" em que ele debate sobre consumo e diferenciação. Se pago caro por um tênis da Nike é porque quero ser diferente daqueles que usam um sapato sem marca conhecida; é como beber Coca-Cola do que Dolly (tá, a qualidade ultrapassa o status). Não só quero ser diferente como quero que reconheçam essa diferenciação. Não é a toa que existem havaianas decoradas com pedras, fivelas, ouro e outros troços. Havaianas tornou-se um objeto comum, pra rico e pra pobre. Restou ao "rico" enfeitá-lo, para mostrar que aquela não é uma simples havaiana. O mesmo acontece na música: "os que têm dinheiro, têm mais acesso a cultura e marginalizam aqueles que não têm (racismo de classe)". Exagero ou não, preconceito ou não, palavras erradas nos lugares errados, enfim, o que acontece é que públicos de ambos os eventos são quase como água e óleo. <!--> Normal 0 21 false false false PT-BR X-NONE X-NONE

22 de abr de 2011

Academia da Berlinda Na Brasa MTV

Quem não sabia, China (recifense - sotaque entrega - e vocalista da banda Del Rey e ex-Sheik Tosado) agora é VJ (e está ótimo!). Brasa MTV é um programa que mostra as novas vibes musicais, quais estilos, arranjos e bandas estão à mostra no cenário brasileiro. Quem quiser saber das novis, o babado vai ao ar de segunda à sexta, às 20h30.



Eita, Morena "tava lá" e deu um presentinho ó! Adorei essa história do limão... kkkkkkkkkk. E bom saber que vem clipes de vocês, espero ansiosamente. Falando em ansiosa, Academia da berlinda estará no próximo Brega Naite (quando souber mais informações, aviso aqui). Enquanto isso, vamos de Cumbia do Lutador:



=**

Mais Sheldon pra vocês

Só queria entender. Essa eu já ouvi trocentas vezes pela rua... Gruda! Ele canta com uma "novinha" gemedeira.


Louco, que Sheldon canta com MC Cego e mais uma novinha.


Essa daqui é bem safada, pra variar...

Não seja besta, com Cego e novinha também, rsrs.

21 de abr de 2011

Delfín Hasta El Fin, La Tigresa Del Oriente y Wendy Sulca

O clipe é sensacional. Mais uma vez vou calar-me, TÔ PASSADA e sem chapinha!



Dica de Gaby Amarantos (@GabyAmarantos) e Priscilla Brasil (@prisbrasil)

20 de abr de 2011

É Páscoa?

Logo de cara a música pode não ter a ver com Páscoa, mas vejam porque ela é a indicação "do feriado":

1- Aqui em Pernambuco tem-se a tradição de ir para Nova Jerusalém ver a Paixão de Cristo. É tudo lindo, emocionante, perfeito, exceto os gritos para o Jesus famoso (esse ano estrelado por Thiago Lacerda) como "Aaaai Jesus, que tesão" e "Gostooooso". Uma das desvantagens de não se ter mais o Tutankamon José Pimentel é que os atores globais tomam a cena do verdadeiro tema do espetáculo; Judas, Morte, Bacanal, Ressurreição perdem um pouco o sentido. Vira show, não teatro. Não tô dizendo que ficou ruim, até porque comecei o texto dizendo que a Paixão de Cristo é tudo de bom, extremamente emocionante, é só um ponto de vista a ser comentado.

2- Aqui em Pernambuco também tem-se a tradição de ir para Gravatá, ver shows de forró, brega, sertanejo, pagode... Não nego que tava afim de ir esse ano (vai ter Beto Barbosa amanhã), mas o sentido da Páscoa perde-se mais uma vez.

3- É o período da comilança: é arroz, peixe e feijão de coco, é ovo de chocolate, é bacalhau, é vinho Carreteiro misturado com cerveja. E por conta disso, do clima festa e feriado, trago uma música de batida beeeem repetitiva, mas que é legal:

Galera da golada, banda Batidão

Pra baixar!


Beeeijos!
Bom feriado e/ou boa Páscoa pra vocês =)

19 de abr de 2011

Abertura "Entre tapas e beijos"

Abertura:


Os novinhos no bolo são divertidíssimos. A vibe é personalizar: é vela, bolsa, porta cd, camisa, adesivo, tudo pra que cada pessoa (ou mais de uma) seja um pouco diferente, particular, exótica, única, nessa imensidão de mundo.

Música completa:
Link
Pra baixar!

"Perguntaram pra mim se eu como mortadela. Respondi tenho ooovo..." era a versão do colégio. Com voz gasguita ou não, com ritmo mais animado ou não, essa música de Nilton Lamas e Antônio Bueno, mas conhecida na voz de Leandro e Leonardo, arrasa.

"(...)

Entre tapas e beijos
É ódio, é desejo
É sonho, é ternura (haja bipolaridade!)
Um casal que se ama
Até mesmo na cama
Provoca loucuras (por que "até mesmo"? é claaaaro né minha fia)

E assim vou vivendo
Sofrendo e querendo
Esse amor doentio (precisando de psicóloga, tô aqui)
Mas se falto pra ela
Meu mundo sem ela
Também é vazio"

Original:


Beijooosss (sem tapas), boa noite!

18 de abr de 2011

"Americana", por Arnaldo

Arnaldo Antunes mais uma vez se atrevendo (pra quem ainda não sabe, não gosto da voz dele) a cantar música brega. Pelamor viu, parece uma galinha cantando... Prefiro ouvir com Victor Camarote e Banda Arquibancada.

"Original" - A original mesmo é de Solano, um fera na guitarra.

"Quando eu estou na pior, ela tá na melhor, ela me dá tutu"

Americana - VCBA by Moondalua

Versão

Pra baixar!

"Ela é americana
Da América do Sul (ainda bem que falou, porque tem gente que acha que americana é só do Norte)
Eu amo uma americana (brasileira, argentina...)
Ela é bacana
Linda pra chuchu
Quando estou na pior
Ela está na melhor
Ela me dá tutu (essa é da boa)
Com ela não tem cara feia
Tudo é limpeza
Tudo está legal (ela toma algum remédio?)
Com ela não tem dedo duro
Nada de furo
Ela é genial
Gosta de uma maluquice
Mas picaretice
Ela tem horror
Gosto da americana
Não me fale dela
Eu lhe peço por favor!
Tô gamado nela
Vou me casar com ela
Não tem deduração
Vou fazer com ela
Uma transação! (hummmm)"

Versão de Aline

Calma, não é a versão masculina da série mais engraçada (not!) da Globo. Essa Aline é mais chique, é francesa; é a versão de Aline, de Christophe, que nas mãos e lábias da banda Labaredas virou Não sei viver sem você. É, hoje a noite chuvosa está melhor com um brega macio nos ouvidos. Ô desestresse bom...

Original


Versão


Muito bom né?

"A nossa primeira vez...

... não vai ser no carro". Alô você que é virgem e tá afim de seguir adiante com o namorado. Ou você que não é, mas quer algo mais sério com o moçoilo e não quer adiantar as coisas logo de cara, muito menos no carro. A dica, o enredo, o bafafá estão nessa música de Boa Toda, que tem clipe, confira:




 
Pra baixar!

"Essa história começa mais ou menos assim. Eu estava com ela no carro. A gente já tava namorando há um tempão. Então eu pensei: é hora de botar aquela parte do namoro em prática. Aí coloquei aquela música romântica... Pra dar aquele clima, sabe como é que é. Então eu a agarrei, dei aquele beijo. Os vidros começaram a ficar embaçados. Mas de repente ela diz 'Pára, pára" e diz assim..." Lá vem o perigo!!

"Não faz assim, não me toca assim
Pois a carne é fraca
Sei que namoramos há um tempo
Mas o amor espera
Tira a mão do meu pescoço
Sabe que desse jeito vamos pegar fogo aqui no carro

Tu sabes que eu tenho vontade
De fazer aquilo que tu bem sabes
Às vezes dá vontade de avançar, prazer saciar
Não sei como estou aguentando

Tu acha mesmo que é minha vontade
De dizer não só por pura vaidade
Eu só quero fazer tudo certo
Dar o passo a passo
Por isso que vai ter que esperar

A nossa primeira vez não vai ser no carro
Não pode ser em qualquer esquina, em qualquer beco (concordo)
Tem que ser algo especial, yeeeeeah
Fora do normal, yeeeeeeah
Algo sem igual, yeah yeah yeah

Não satisfeito eu vou tentar outra vez
Tem que haver um jeito pra ter ela de vez
Dei um tempo mais, em seguida fui logo atrás
Dei um abraço por trás que ela ficou bem doida, doida

Então botei minha mão por baixo da sua blusa
Disse baixinho hoje te quero inteira
Ela disse 'Tudo bem', quando penso que ela está caindo
Ela diz 'Pára, meu amor pára!"

Tu sabes que eu tenho vontade..."

A primeira vez que ouvi essa música foi com Carla, vocalista da banda Kitara, ensaiando na frente da produtora, no dia em que fui pegar o dvd pra sortear aqui no blog. Assim, já ouvi a música umas trocentas vezes, adoro o teclado na parte do refrão. E essa letra é bem realista, hahaha. Muito bem Boa Toda!

Conforme nos comentários lá embaixo, a música original é de Anselmo Ralph. A batida das músicas dele é muito boa! Inclusive a música "Som da África", a mais nova de Calypso (trecho adicionado em 27/Dez/2011) tem a parceria de Anselmo também. =)

Boa semana pra vocês! =*

16 de abr de 2011

Ela acabou comigo

Sábado a noite, peeeeeense na roedeira. Valeu Augusto César, curtir gripe e lamentações é muito melhor com você.


Pra baixar!

"Amigo eu te chamei aqui
Preciso me desabafar (tira o me, please)
Eu não aguento mais fingir
A minha vida é chorar (gaia da depressão)

Amigo ela foi embora
Quebrou todo meu coração
Eu sei, ela não mais se importa
Se eu vivo aqui na solidão (tem muita gente assim, precisa ter envolvimento amoroso não)

Se ela já tem outro alguém (com certeza tem)
Eu juro que não sei também
Mas deve estar melhor que eu (com certeza)
Foi ela que me disse adeus

Amigo, ela acabou comigo
Ela me jogou de lado
Fez gato e sapato do meu coração (esculhambou-te)

Amigo eu também estou sofrendo
Agora não vou mais chorar (quero só ver...)
Mas tudo que ela fez comigo
Um dia também vai pagar (vingança é um prato que se come)

Brincou com os meus sentimentos
Não respeitou minha paixão
Por ela eu ja fiz de tudo
E agora tô aqui no chão (tem homem que se esculacha mais que mulher)

Se ela já tem outro alguém..."

13 de abr de 2011

A onda do carrossel

A onda do carrossel



"Movimento iniciado no Brasil, como Onda do Carrossel. Autor Antonio Carlos do Carrossel"
Já comentei aqui e (re)comento: eu tenho agonia desses teclados que tocam o mesmo ritmo pra brega, samba, axé e frevo. Talvez isso seja trauma das minhas viagens à Natal. Passava sabe lá quantas horas ouvindo Zezo dos Teclados, no restaurante da minha tia. A letra é sensacional, vou nem comentar ¬¬
Eu já aprendi a dancinha da nova onda do Brasil. Só acho que devia ser girando né, já que é carrossel...

12 de abr de 2011

Copo de espuma

Fale o que quiser, faça o que quiser, mas essa música de Isaar é um brega e tanto! Embalo muito bom, letra simples e sincera. É isso ;)



"Brisa que vem do mar
Enche meu copo de espuma
Triste de quem não sabe de nada
E mergulha e se afunda (verdade... bora boiar, gente)

Maria vive de bolo
João pão com mortadela
E eu vivo dos meus sonhos
E um viva a cor amarela

Dai a João o que é de João
Dai a Maria o que é dela
Dai a Cesar o que é de Cesar
E dai um viva a cor amarela (the sun!)"

Isso é carimbó

Na banda Do amor "Há uma riqueza, uma exuberância criativa que raramente se vê numa banda. É um trabalho repleto de referências dos mais distintos e variados estilos que são depurados nas formas mais insólitas e divertidas".

O que é carimbó, finalmente?
"A mais extraordinária manifestação de criatividade artística do povo paraense foi criada pelos índios Tupinambá que, segundo os historiadores, eram dotados de um senso artístico invulgar, chegando a ser considerados, nas tribos, como verdadeiros semi-deuses.
Inicialmente, segundo tudo indica, a "Dança do Carimbó" era apresentada num andamento monótono, como acontece com a grande maioria das danças indígenas. Quando os escravos africanos tomaram contato com essa manifestação artística dos Tupinambá começaram a aperfeiçoar a dança, iniciando pelo andamento que , de monótono, passou a vibrar como uma espécie de variante do batuque africano.

Por isso contagiava até mesmo os colonizadores portugueses que, pelo interesse de conseguir mão-de-obra para os mais diversos trabalhos, não somente estimulavam essas manifestações, como também, excepcionalmente, faziam questão de participar, acrescentando traços da expressão corporal característica das danças portuguesas. Não é à toa que a "Dança do Carimbó" apresenta, em certas passagens, alguns movimentos das danças folclóricas lusitanas, como os dedos castanholando na marcação certa do ritmo agitado e absorvente." (Texto retirado do site de Pinduca)

Pinduca e Do amor, Isso é carimbó


Dica boa essa de hoje né? =D
E lá vem mais uma foto de um dos ganhadores da promoção: Carlos Dantas. Ebaaaa!

=* people!

11 de abr de 2011

Só eu e você

A guitarra na introdução da música arrasa. Essa inclusive é bem antiguinha, bem chamegadinha, bem friozinho mesmo...



Um dos comentários avassaladores na promoção do blog foi de Amando, meu friend de conselhos que vai pra rua "melhorar o caráter", né Amando? Hahahaha
"EU GOSTO DE BREGA PORQUE música boa nesse estilo é aquela que te faz rir dos teus problemas. Ouvir Brega é como fazer um bullying sutil consigo mesmo. Ser brega é sonhar com a Joelma correndo no meio da rua gritando e implorando quase toda nua"

Bom começo de semana pra vocês =D

9 de abr de 2011

Doidivana

Dica de Patrícia de Araguari/MG, que adora a banda Coentro, ops, Xeiro Verde e participou do "Namoro na tv" aqui no blog, hahahaha.



"Tu és doidivana, mas quero você

Eu vou levar você só pra matar de amor
O teu sorriso lindo me enfeitiçou
Tua boca vermelha quando me tocou...

Me deixou excitado, louco de paixão
Já te dei meu corpo e o meu coração..."

Essa música arrasa viu, cantada bonita mesmo! ;)

Pressentimento - Kitara

Sempre assim...



"Pode sair, pode curtir, se divertir com suas amigas por aí
Não tem porque se preocupar
Você é mulher que um homem pode confiar (a lábia é essa...)

Eu também quero sair sozinho (vale day and night)
Curtir com meus amigos um barzinho
Jogar conversa fora, tomar uma Skol
Ou vendo no telão, rolando um futebol

Sempre foi tão ciumento
Sempre quis eu colada em você
Tô com um pressentimentôo-ôoo
Que acabou mas não quer me dizer"

Versão de "What you're made of"

Gente, eu tenho medo do meu destino, sério. Hahahaha. Ouvi essa música no centro do Recife e percebi que era versão de What you're made of, de Lucie Silvas. Tipo, eu aaaamo essa música e entrei em desespero querendo achar na net. Isso já tem uns 2 meses, acabei esquecendo. Ontem um carro passou nas alturas (é rotina aqui na rua) tocando a versão e acabei lembrando de procurá-la. Mas como, sem nome da banda, sem saber a letra, sem referência nenhuma? Ok, fiquei na mesma. Aí tô eu dando uma vasculhada no Youtube, como quem não quer nada, e na primeira música... ACHEI A DANADA! Tô emocionada, gente, deixa eu explicar como foi... hahaha

Original, What you're made of


Feitos um para o outro, com Boa Toda. =)


Feliz, feliz!

Galã do brega é o novo Raí?

Lembram de Raí, o vocalista do Saia Rodada? Pois acho o Galã a cara dele: voz parecida, música com ambiguidade, dançarinas semi nuas. É o tipo de brega que não sou muito afim, que é alvo de críticas e logo vira O modelo de música brega, mas como tenho que divulgar todas as variantes do estilo, aqui vai 2 exemplares do que acabei de falar:

Fura olho


O clone


"Já que você é safadinha
E não pode ser só minha (graças...)
Eu já sei o que fazer com você (hora da novidade)
Eu vou mandar fazer seu clone (oi?)
Uma mulher pra cada homem (que pessoa bondosa)
Que você deseja ter...

Eu vou fazer uma pro Zé, uma pro João, uma pro André, e uma pro Ferreirinha (haja mulé viu!)

E se quiser é só falar, que eu vou mandar clonar, mas a original é minha (ai que papo chato senhor, papo de homem que se acha)

Eu vou clonar você e todo mundo vai saber, te quero bem
Assim vai dar pra todo e eu não vou ter que perder
O seu amor pra ninguém (que ideia boa e bonita. Tem pouca mulher no mundo né? Acho que vou fazer clones de homem, valeu!)"

8 de abr de 2011

Luz, raio, estrela e luar

Ontem, hoje e amanhã, Recife com shows de Wando a preços bem acessíveis: R$100. Isso fora o gasto que as mulheres terão com a calcinha pra jogar pra ele no palco. Como eu não vou, curto a clássica em casa mesmo, num dia chuvoso.

Fogo e Paixão


"Você é luz
É raio, estrela e luar (a galáxia toda, pronto)
Manhã de sol
Meu iaiá, meu ioiô (nesse iê-iê-iê)

Você é "sim"
E nunca meu "não" (acho tão lindo isso)
Quando tão louca
Me beija na boca
Me ama no chão (ui, que voraz)

Me suja de carmim
Me põe na boca o mel (oêee)
Louca de amor
Me chama de céu (de luz, raio, estrela e luar né?)
Oh! Oh! Oh! Oh! Oh!
E quando sai de mim
Leva meu coração (vôte)
Você é fogo
Eu sou paixão (uh ruuuh)"

Eu quero alguém cantando essa breguice pra mim... =~~

7 de abr de 2011

Versão flamenca de "Você não vale nada"

Na voz de Tiê. Dica de Andréa Maciel, a paulistana mais recifense que adora um brega (ê mistura! hahaha)

"Você não vale nada", que foi tocada pela primeira por Saia Rodada, nos tempos áureos de São João em Caruaru. Emplacou (palavra do dia) com Calcinha Preta, na novela Caminho das Índias, com a personagem Norminha.

Linguada com bala Halls?

Mershan bregueiro a gente vê por aqui!

Linguada com bala Halls, cantada pelos Meninos da Net (sim, os dançarinos do "vou não, quero não)


"Linguada com bala Halls
Linguada com bala Halls
Ela gosta, ela pede
E adora um bacanal
(oi?)"

Detalhe que "novinha" virou gíria né? Adoro!
Outro detalhe, uma música bem parecida já foi lançada em 2009, só que em ritmo de funk.

Gaby Amarantos é a diva do Pará (e de Recife)

Eu falo com Gaby no Twitter, falo tanto dela pra pessoas, mas posto pouco por aqui. Inclusive tô bem fuleira, ainda não fui pra um show dela aqui em Recife. Maaaaaas, segundo a própria, haverá algum babado por aqui dia desses. Estarei lá, pra conhecê-la e tudo (né Timpin? hahaha). Enquanto isso, vamos com alguns vídeos da "Beyoncé do Pará"! =D
Gaby tem todo esse affair com Recife porque foi após um show dela no Rec Beat 2010 (evento tido como alternativo que acontece em todo carnaval), que sua carreira emplacou (segundos após divulgação desse post, vieram questionar isso. Sinceridade, percebam a diferença da carreira de Gaby antes e pós Rec Beat, fora do Pará...). Foi tipo Calypso quando veio pra cá, deu certo e pei buf! Ela participou da gravação do dvd de Almir Rouche, veio pro Baile dos Artistas, entre outras coisas. Coincidência ou nçao, Recife deu sorte.

Festa de aparelhagem


Pra quem não viu ou não soube, Gaby tocou na festa de posse da presidenta Dilma. Arrasou por lá!


Maderito com Gaby, Festa das mulheres. Já decorei a letra, hahahaha.


Gravação do DVD, na rua em que Gaby mora, no Jurunas. Timpin aparece de intruso aí!


Aguardem que terão mais sucessos dela por aqui.
=*

Não posso negar que te amo

Depois de "Vou não, quero não", o hit do momento no centro da cidade do Recife é "Não posso negar que te amo", parceria de Reginaldo Rossi e Banda Calypso. SÓ DÁ ELA, sem brincadeira! Engraçado é que no ônibus Amparo sempre tem uma trilha diferente: já ouvi Raça Negra, Zezé & Luciano, Roupa Nova, Aviões e agora... Rossi e Calhypsooooooo. O motorista colocou essa música no repeat e depois da 5ª vez um passageiro gritou "Isso é gaaaaia, muita gaaaaia". Na mesma hora ele mudou a música, sei nem porquê... hahaha


Pra baixar!


"Não, eu não posso negar que te amo demais
Só Deus sabe a falta que você me faz
volta pra mim meu amor
A minha vida mudou sem você do meu lado
Sei, que o erro foi meu não precisa dizer
Eu fiz tudo errado, eu falhei com você (ainda bem que reconhece)
Mas eu não sabia o tesouro que eu tinha em minha mão

Quando a gente tem um grande amor, e não sabe dar valor
Depois que perde fica só lamentando (seeempre assim, só dá valor quando perde)
Nessa vida todo mundo chora
Quando alguém que a gente ama bate a porta
Vai embora e deixa quem fica chorando (horrível...)
Agora a rainha vai cantar, canta Joelma canta

Não, eu não posso negar que também te amei
Dos meus sonhos de amor você foi o meu rei (i am the king) (Regi arraaaasa)
Acreditava em cada palavra que você dizia (nunca menti pra você)
Mas, se você me jurar que tudo vai mudar (eu juro, eu juro)

E não há mais ninguém querendo o meu lugar
Posso até perdoar
Eu posso até voltar e quem sabe esquecer

Não vá pelo amor de Deus, eu te amo
I love you, je t'adore
E deixa quem fica chorando minha rainha"