19 de ago de 2012

"Paixão de um homem", de Waldick Soriano


"Amigo,
Por favor, leve essa carta
E entregue àquela ingrata (eitchaaaa)
E diga como estou
(...)
Amigo,
Se essa cartinha falasse
Pra dizer àquela ingrata (leviana)
Como está meu coração

Vou ficar aqui chorando
Pois um homem quando chora
Tem no peito uma paixão (homem não chora, mas quando chora é porque tá com os pneus arriado pelas mulé mesmo)"

Nenhum comentário:

Postar um comentário