31 de jul de 2011

Corrida da Galinha - São Bento do Una/ PE

Quem me conhece sabe que eu adoro programações culturais, principalmente quando elas têm aquela simplicidade do interior. Já vi de festa da padroeira até inauguração da caixa d'água (Poção/PE), de pedra que é atração turística até pau de santo casamenteiro (Serra Negra/PE). Dessa vez a pedida foi a Corrida da Galinha, em São Bento do Una, com o tema "Nunca na história desse país uma galinha mandou tanto no terreiro".


A cidade toda se traveste de galinha. É chaveiro, camisa, chapéu e o básico galetão na hora do almoço. A atração principal, claro, é a corrida, com direito a Pinto Stop e tudo, mas tem também outros concursos como o de quem come mais galeto em 15min (o 1º lugar ganha R$100 e um troféu, já o 2º ganha um pacote de Engov), qual o homem que imita melhor o som do galo e a mulher que imita o da galinha (os 1ºs ganham R$60 e os 2º um Cepacol), qual a galinha mais bonita, arremesso de ovo ( jogam o ovo pra cima e se a pessoa conseguir pegar sem quebrar, ganha R$10) e por aí vai. É bem divertido, um verdadeiro carnaval fora de época, com camarote (Cocórote) e corredor da folia, vale a pena conferir. São três dias de festa, tendo à noite shows com grandes atrações. Hoje mesmo teve Garota Safada, Cheiro de Amor e D'Breck.


Arremesso de ovo. Eeeeoooaaahhh



Tem gente que não se passa pra ver essas coisas, mas eu adoro. Como falei acima, a simplicidade é algo que me desperta. É usar e abusar da criatividade em cima de algo rotineiro (no trajeto pra São Bento vê-se muitos criadouros de galinha, ou seja, correr atrás delas é pão diario) pra chamar a população que só pensa em cidade pra desbravar o que o interior tem de bom, como também sair da mesmice daqueles que ali moram. É tudo simples, tudo perto, tudo natural. É ver que o restaurante melhorzinho da cidade contratou gente pra aguentar o tranco no período de festa; é ver aquela tia que trabalha bem com artesanato fazer lembrancinhas baratinhas pros turistas levarem; é ver as novinhas usarem bota e casaco num clima agradável (não frio) porque é festa, tem que ir chique.
No mesmo evento teve a 2ª Feira de Agricultura Familiar e Artesanato, com lojinhas de várias cidades do interior, apresentação de Reisado ("uma dança popular profano-religiosa, de origem portuguesa, com que se festeja a véspera e o Dia de Reis"), de quadrilha tradicional e trio de sanfoneiros.

Uma corrida que deu certo, com direito a voo rasante pra pegar a danada:


Uma corrida que não deu tão certo assim... hahahahaha.



Vale salientar que São Bento do Una é a terra onde Alceu Valença nasceu. Lá tem inclusive um museu - casa onde ele morou - em sua homenagem. Já o concurso "Canto do Galo" foi hilário. Teve também o concurso do "Cocoricó" também, mas com as mulheres.



Depois de muito vai e vem, canta de novo, sai tu, quem ganhou foi o primeiro, Zé Beá. E falando em canto, lembro a você duas músicas do gênero galináceo: o Você é muito galinha, com banda Bregueço e Safada, galinha, piranha, com Cícero Rossi. Póoo pó pó póooo
O que tenho a dizer é que adorei a festa. Ri um bocado e espero ano que vem estar lá de novo, com certeza com uma festa maior e ainda melhor. B-jos!

Um comentário:

  1. Hahahahahhaha ADOREEEI! Queria muuuito ter visto isso. =)

    ResponderExcluir