26 de jul de 2012

Clipe "Legal e Ilegal", de Felipe Cordeiro

Os pernambucanos devem tá tudo arretado comigo com tanta postagem sobre música do Pará, mas assim como Zagallo "vocês vão ter que me engolir". Meus dias nesses dias são pra eles!


"Aguardente no bom samba canção (a famosa pinga no pandeiro)
Uisquinho da bossa nova (chique)
Caspa do diabo no rock'n'roll (eita peste!)
Erva do amor no reggae night (só aí... é...)

Cultura sintética no drum'n'bass
(rosinha, branquinha, pílula amarela)
Cuba libre na salsa peruana (amo!)
Flocos de milho com cerveja no velho punk
Lança perfume no carnaval.

A gengibirra no marabaixo (eu entendia "a gente brinca")
Muito tabaco no bolero (essa eu não tolero, essa eu não tolero) (eu entendia "é só no bolero")
Um vinhozinho ou chocolate quente (no tango é bom)
A tequila no merengue (é dessa que eu gosto, é dessa que eu gosto)"

Clipe simples, colorido, numa sequência que parece história em quadrinho e claro, música massa! Só não tô eternamente apaixonada pela guitarrada de Felipe porque ainda existe leite condensado nesse mundo. Lindo foi ver Azul (Edvaldo) "vestido" de Dona Onete, coisa que havia comentado quando vi as fotos. Ri muito viu? Ah, bom ver também Keila Gentil (vocalista da Gang do Eletro) no clipe também.

Quem queria participar do clipe tava aqui, mas não no final que fico tonta... hahaha


Um comentário:

  1. Sou pernambucano e não estou nem um pouco arretado, pelo contrário, tudo isso que vem do Pará ou se faz aqui é muito bom e isso deve ser mostrado. Vídeo bonito, letra criativa e ritmo gostoso. Parabéns a esses paraenses!

    ResponderExcluir