7 de set de 2014

O brega está pop?

Não tem como ler o texto pra vocês, mas em resumo entendi que Priscila e Gaby, hoje, são as grandes
representantes da música brega hoje. Quando li "quem disse que o brega não é pop?" me faz discutir o que já falei aqui várias vezes: ás vezes fico com a sensação de que o brega vira pop pra o povo (entende-se os preconceituosos, os que gostam de brega e não assumem, os recalcados musicais de plantão...) "deglutir" melhor, ser mais aceito e mais bem visto. A sensação que tenho é essa e respeito que ache o contrário.
Enquanto blog que divulga não só a música brega, mas que tenta analisar tudo o que acontece nesse espaço musical, preciso dar minha opinião. Desde já nada contra as duas cantoras, que quem me conhece sabe que as admiro e adoooooro demais! Pernambuco e Pará têm uma relação muito forte com a música brega. Inclusive (queiram ou não queiram os juízes), o grande estopim na carreira de Gaby foi em Recife, no Rec Beat, em 2010.
Sou a favor do brega, sou a favor do brega na mídia nacional, sou a favor dessa democratização que só o brega faz! É isso. Beijos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário