1 de set de 2010

Roberto Villar

Geeeente do céu, estava eu twittando com o @flashbrega, divulgando meu blog e tal quando eles twittam essa música muuuuito antiga! Bateu a nostalgia aqui. Só me lembro dos meus amigos na escola tirando onda com essa música, principalmente com a frase-chave de ouro.



"Se eu bebo todas é por que tenho dinheiro (que bom, nem isso eu tenho). Sou um papudinho e não é da conta de ninguém (ainda bem, porque se essa conta fosse de alguém, haja dívida!). Garçom traz mais um copo, que é aqui pro meu companheiro (esse é o bêbado rico, que resolve pagar tudo pra todo mundo). Oh garçom, mais uma cerveja, que eu vou beber o dia inteiro (vai beber até o bumbum fazer tum).

Se eu cair aqui no teu bar, por favor, me deixe no chão (esse não gosta de incomodar ninguém). Sou um profissional papudinho de carteira na mão. Oh garçom, mais uma cerveja, que eu quero afogar essa paixão (poético).

Eu bebo sim. Estou vivendo. Tem gente que não bebe e está morrendo (pois é, só espero que as pessoas não bebam horrores por aí pra viver mais... teoria furada)"

É isso aê!

Nenhum comentário:

Postar um comentário