6 de jan de 2011

Pra quem criticou...

Fizeram uma versão bossa nova do "Vou não, quero não, posso não...". E ficou muito bom viu? Sou daquelas que criticam essa ação normatizadora, como se nessa versão a música fosse de qualidade, culta e tal, mas quem tá tocando (Ticiano, apareça!) é fera no violão. Parabéns!



Essa versão fez eu lembrar de uma reportagem com Reginaldo Rossi, para o IG.
“Se 'Amor I Love You' fosse lançada por Fernando Mendes era brega. Como foi lançada por Marisa Monte não é brega”, ele provoca, para explicar o tapa de luvas de pelica no cabaré “chique” a que chamamos MPB. "Se Amado Batista fizer a 5a Sinfonia de Beethoven, não presta. Mas se Beethoven fizesse ‘no hospital, na sala de cirurgia’, aí seria genial.” Isso já comentei aqui, inclusive falando de Fernando Mendes e é a mais pura verdade.

Beijos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário