21 de mar de 2011

Mon'amour, meu bem, ma femme

Viajei nesse final de semana e a trilha sonora foi bem variada: de Conde/Só brega até Flávio José. Entre meios, teve samba e frevo, o que me fez lembrar de carnaval, que me fez lembrar desse dueto aqui:



Como falei no post A onda é essa, como pode Fernanda Takai e Zélia Duncan cantando Reginaldo Rossi? Antes que me critiquem, eu adorei essa versão, esse feitio idealizado por Lenine na abertura do carnaval do Recife deste ano, que teve outras façanhas como Marina Lima e Karina Buhr cantando "Voltei Recife". Outro babado foi Odair José no Rec Beat. Como falei, o brega está atingindo até quem (aparentemente) não curte. Seja por gozação, "tiração de onda", por estilo ou curtição mesmo, o brega tá aí pra quem quiser.

Um comentário: