9 de mar de 2011

Carnaval de Olinda 2011

Quando passo carnaval "em casa" sempre fico na ponte Recife-Olinda. Esse ano foi diferente, curti apenas o carnaval de Olinda e me arrependo pouquíssimo de não ter ido pro Recife Antigo. Por quê?

Motivo 1- Olinda com ladeiras, calor, frevo e muita gente (perceba o combo carnavalesco) é cansativa. Além disso, percebi que estou com dna (data de nascimento antiga) e não aguentaria enfrentar Recife Antigo depois de uma manhã dessas. Entre uma coisa e outra, preferi Olinda.
Motivo 2- Em todos os carnavais, Olinda tem uma área chamada "Passódromo", onde diversos blocos desfilam. Esse ano o passódromo foi na rua da minha prima, ou seja, 2 minutos de caminhada separavam-me dos grandes carnavais. Lá eu pude ver Toureiros, Vassourinhas, Lenhadores, Marins dos Caetés, Pitombeira dos Quatro Cantos, Alafim Oyó, Maracatu Nação Pernambuco, Preto Velho, diversos caboclinhos de Goiana, todos blocos conhecidos nas marchinhas de carnaval e que, infelizmente, muitos deles não têm verba/apoio/diretoria decente para desfilar. OU SEJA, oportunidade única de ver tudo isso de perto. Parabéns à Prefeitura de Olinda (algo de bom tinha de ser feito), pois esse espaço tirou a população olindense do ócio: à noite, cada um ligava seu som, conversava, não tinha nada de carnaval. Como falou também o presidente do clube Vassourinhas, o que/quem faz o carnaval de Olinda é a própria população local, desde @s músic@s, @s dançarina@s e @s costureir@s. Daí que ninguém tem que sair de sua cidade para ver carnaval em outra (sem pensamento "Guerra dos Mascates", please), mas é verdade.

Motivo 3- A Skol foi a patrocinadora oficial, o que salvou muita coisa: tinha orquestra itinerante (quando não passava bloco, dava uma animada), em muitas orquestras de clubes o símbolo da skol estava lá e decoração em locais que antes escuros agora estavam repletos de bolinhas amarelas. Mas esse terceiro motivo na verdade é sobre as atrações. Entre atrações nacionais que muitas vezes não têm a cara do carnaval pernambucano, embora multicultural, e atrações locais e tradicionais, sinto muito, mas prefiro essas últimas. O que salva são coisas como a abertura do carnaval:

Karina Buhr (não gosto da voz dela, mas tudo bem) e Marina Lima cantando "Voltei Recife"


Falei tudo isso pra mostrar um bloco tradicionalíssimo de Olinda: o Homem da Meia-Noite. Este surgiu em 02 de Fevereiro de 1932 (minha avó nasceu no mesmo dia, em 1930) e seu nome não é à toa, afinal, ele sai a meia-noite do sábado pro domingo de carnaval, do largo do Rosário. Enquanto eu passar carnaval em Olinda verei esse bloco. É tradição de família já! Minha vó de 81 anos não perde a saída "do meu homem" nem por um prêmio do BBB, muito menos por dores no joelho. O Homem da Meia-Noite sai da sua sede, acompanhado do relógio marcando a 0h e a chave do carnaval, que será entregue ao clube Cariri lá pras 4h da manhã, quando o boneco recolhe. Minha vó, carnavalesca nata, além de ver a saída do seu homem, ainda o espera passar na frente de casa, lá pelas 2h30. Dependendo do cansaço eu durmo (ela não) e acordo na hora dele passar, mas esse ano aguentei. Gente não falta, é quase um Galo da Madrugada, policiamento 100% e duas orquestras de frevo. É a TRADIÇÃO mesmo, não tem outra palavra pra definir: são meninos que sonham em um dia carregar o boneco, é minha avó que sonha em casar com ele hahaha, é gente que vê a saída, acompanha o bloco e emenda com Cariri, é gente como eu, que acompanhava por causa "que tinha que ir" e agora percebo o quanto é lindo ver tudo aquilo. O homem sai, fogos de reveillon explodem, todo mundo aplaude e eu me arrepio! Só vendo e acompanhando pra saber e sentir, até porque muita gente acha um absurdo/sem graça ficar esperando um boneco. Olinda é assim, simples, contagiante, linda e arrepiante.

Esquenta! de domingo de carnaval, com participação do Homem da Meia-Noite em 42:05


Também não podia faltar o "Vou não, quero não" em ritmo de frevo =D
video

Pra quem está de DPC (depressão pós-carnaval), aqueeele abraço. Sábado ainda tem "Não acredito que te beijei" e aniversário de Olinda e Recife. Pra quem não está, que bom pra você!
Beijoooos com restinho de carnaval pra vocês!

Quer ganhar CD e DVD da Banda Kitara + mais uma coletânea das músicas postadas aqui? Participe da 1ª PROMOÇÃO DO BLOG!

Um comentário:

  1. Com essas duas (Karina e Marina) "miando" desse jeito, é melhor nem voltar pro Recife... Mataram a música, e os ouvidos de quem se meteu a assistir.

    ResponderExcluir