22 de fev de 2012

Carnaval de Recife tava encangado de paraenses.

Pra quem só se fixou em Gaby Amarantos e Gang do Eletro (que querendo ou não é uma banda nova pro pessoal daqui) nem deve ter percebido a quantidade de músicos paraenses no carnaval de Recife. Tava tudo "encangado", agarrado, junto, aglomerado de artistas que eu só conhecia porque meus amigos paraenses indicavam. Gente que eu admirava de longe e que puder ver de perto.

Não fui pro show da Gang do Eletro por conta da chuva, afinal, tinha levado chuva a manhã inteira e já tava um bagaço. Mesmo assim acompanhei o show ao vivo pela net e achei massa, agitaram o pessoal!


(vídeo gravado por Recife Web)

Keila tremia mais que terremoto e eu invejava a disposição da garota. Os meninos fizeram a sua parte animando o público também. Só achei pouco tempo de show, mas isso fazia parte da programação, fazer o quê. Acordei no domingo (o show foi no sábado) com aquela sensação de "Poxa, fulerei demais em não ter marcado entrevista com o pessoal". Inclusive meu amigo Timpin fez o favor de me lembrar isso, passando na cara a minha incompetência, hahaha. Fui pras ladeiras de Olinda e meia hora depois Timpas me manda uma mensagem "Mandei o cel de Keila por dm (twitter), liga pra ela pra encontrar com eles no aeroporto". Ora, eu só ia olhar esse número quando chegasse em casa, ou seja, lá pra mais taaarde. Fui pro Bonfim encontrar com o pessoal e 10 minutos da tal mensagem de Timpas quem eu vejo, QUEM? Maderito! Sai correndo que nem louca e gritando "Aaaai, não acredito que encontrei vocês aqui! Timpin me mandou o número de Keila, eu ia ligar pra ver se via vocês!" Waldo na mesma hora "Eita, eu parei de filmar bem na hora que tu veio. Foi engraçado tu correndo lá de baixo gritando o nome de Maderito", hahaha #alocka. Pense na coincidência! Queiram ou não queiram os juízes, mas foi coincidência sim, tenho provas! Nisso como a besta aqui saiu sem câmera nesse dia, Waldo filmou um pedacinho no nosso encontro:

(aguardando Waldo Squash enviar o vídeo =D)

Dona Onete e toda a sua simpatia, com o cantor, compositor e músico Felipe Cordeiro, o guitarrista Pio Lobato, Luê Soares e Lia Sophia do lado, tocaram no Rec Beat e quando esse povo todo entrou no palco me arrepiei toda. Inclusive antes do show quem discotecou foi o adorado Patrick Tor4, o dj paraense/pernambucano mais nordestino que bolo de rolo. Adoro o ritmo, adoro os músicos, tudo lindo e contagiante. "Parabéns Recife por ser uma cidade que valoriza a diversidade musical", marromeno isso que ela falou. Tudo bem que tinha um pessoal no show que tava ali porque tinha Criolo depois, mas até quem não admira/conhece/gama no ritmo tava se mexendo.



Gaby fez um show maravilhoso no Pátio de São Pedro. Não vi seu show no pólo de Brasília Teimosa, mas depois de trancos e barrancos a vi no pátio. O som no início tava baixo, parecia que eu tava ouvindo tecnobrega no volume 10 do meu notebook, mas em certo momento Gaby perguntou se o microfone tava baixo e alguma alma caridosa do camarote fake (uma área entre o palco e o povão que tava mais cheio que bacurau no carnaval, todo mundo amigo dos funcionários da produção, parece) disse que sim. Som a postos! Tocou de tudo, até minha música favorita "Xarque" e nada de "Hoje eu tô solteira". Até homenagem pra Pernambuco teve!



A diva quer de fato tirar a imagem de "Beyoncé do Pará", o que tá surtindo efeito. A chama agora pelo nome, moral tá chegando! Por sinal a mesma cantou "Xirley" duas vezes, talvez por estar em Pernambuco - terra dos compositores - e música que deu o levante geral pra sua carreira. De lá Gaby foi pro palco do Marco Zero (o grande palco do carnaval recifense) para participar da apoteose fim-de-carnaval. Acabei não tirando foto com o pessoal da banda - não existe cantor sem músicos - o que por um lado fica aquele lance de "próximo show, é nós!". Feliz Robatto, te ouvi de perto. Novos amigos Diego e Gleidson, vocês arrasaram! Agora Gaby tava beba doida mesmo ontem, viu? hahahaha.



Vi Lia Sophia cantando com Dona Onete e achei massa a presença dela aqui, sigo a mesma no twitter e já tinha visto uns vídeos, tem tudo pra crescer musicalmente também. Tô eu lá no show de Gaby Amarantos quando Lia aparece de novo. Já que tá em Recife vamo simbora pra tudo que é show! Fui dormir com essa música na cabeça (que está cogitada pra fazer parte da trilha sonora da nova novela das 6, da Globo). Assim que Lia entrou no palco ouvi comentários "Caramba, ela é muito linda!". Mais do que linda ela é talentosa. Fazendo analogia, coisa que muitos cantores gostam apenas inicialmente pra alavancar (adoro essa palavra) a carreira. Lia Sophia é tipo uma Paula Fernandes do brega/carimbó, algo por aí.



Tem gente que pensa que carnaval é só beija beija, "sucesso" e cana no juízo. Pra mim carnaval é alegria, é colorido, é fantasia criativa e música boa. Fiquei bastante feliz com tudo o que o carnaval me proporcionou culturalmente.

Beijos!

2 comentários:

  1. em termos de brega parecia mais com o pará que com pernambuco, verdade seja dita e mudada

    ResponderExcluir